Como os Estados Unidos foderam com o Brasil em nome da anticorrupção ?

Para se defenderem do terrorismo e em resposta aos ataques contra as torres gêmeas, os Estados Unidos da América decidem criar políticas e leis que extinguem direitos dos cidadãos que se envolvem com eles, ou usando o sistema financeiro deles ou fazendo um cidadão norte-americano se sentir lesado. Quando isso acontece, é considerado sob jurisdição da justiça norte americana qualquer crime de corrupção que ocorra em qualquer parte do planeta terra, não importando a soberania dos outros países envolvidos. Na prática, os Estados Unidos se deram o poder de policias do mundo, podemos dizer por isso que o 11 de setembro foi muito útil para os interesses de negócios dos norte americanos, caiu como uma luva!

O advogado norte americano, Bill Burck, em entrevista ao site Consultor Jurídico no Brasil, disse não ter a menor dúvida que o FCPA (Lei de Práticas de Corrupção no Exterior) seja uma arma de política externa dos EUA!

Como funciona de forma simplificada a FCPA? Se existe uma empresa forte que concorra com empresas norte-americanas , o DOJ e suas agências irão procurar minuciosamente todos os tipos de irregularidades que por ventura empresa essa empresa tenha feito (falta de compliance), descoberta essas irregularidades, pode-se aplicar multas , restrições e prisões que no fim fazem a empresa ficar praticamente falida , engessada e ainda assim dar lucros aos cofres americanos, o DOJ passa a mandar na empresa acusada de corrupção de forma indireta através de representantes sensores que instalados na tal empresa , mandam relatórios do que ela faz para algum escritório de advocacia americano que por sua vez manda as informações ao DOJ. E se a empresa quiser se livrar disso de forma branda, aceitando a sua capitulação às concorrentes do país que mandou investiga-la, terá que adotar políticas de compliance, que justamente são ensinadas ou geridas a preço de ouro pelos mesmos homens que outrora a condenaram mas que agora ganham um salário para trabalharem como consultores de compliance para a empresa condenada. Muito lucrativo!

É como se você fosse condenado por um promotor público a pagar uma multa gigantesca e depois esse mesmo promotor pedisse as contas do serviço público e você o contratasse para ele trabalhar para você como consultor de compliance, essa prática é muito comum nos Estados Unidos e tem até um nome: porta giratória…

O problema não está em combater a corrupção mas sim combater a corrupção quebrando empresas que não são do seu país enquanto empresas também corruptas do seu país, você faz um acordo e ela continua numa boa, você acha isso justo? Pois é, os EUA trabalham exatamente assim! O advogado norte americano Bill Burck ainda salienta: “--O negócio dos EUA é fazer negócio. O governo sempre vai querer garantir que as empresas americanas estejam bem onde quer que estejam. Os EUA querem sempre proteger seus negócios.

As empresas americanas também cometem atos questionáveis, mas quando isso ocorre, nenhum outro país pode ir lá dentro multá-la por se sentir lesado e com isso comendá-la remotamente para que ela não seja mais competitiva. Quando uma empresa americana é estratégica aos negócios do seu país, se tiver corrupção nela, as medidas são tomadas mas o governo cuida para que a empresa continue sendo competitiva, isso não acontece com o Brasil que tem como hábito de pisar mais ainda naquilo que tem de valor em nome da cruzada moralista de “combate à corrupção”…

Abaixo vocês podem conferir 5 vídeos do site GGN que conta tudo isso com maiores detalhes para você entender como Estados Unidos usou a sua inteligência para acabar com os concorrentes brasileiros e tornar o Brasil um país inexpressivo. O Brasil é amigo dos EUA mas os EUA não são amigos de ninguém a não ser deles. Fica essa lição para ser aprendida no Brasil talvez daqui uns 150 anos, quem sabe:

1) Estados Unidos, a polícia do mundo e a Lava Jato, mostrando o famoso lema estadunidense: “Passou por um banco norte-americano, a jurisdição é nossa!” https://www.youtube.com/watch?v=X7rzUEjKVos
Só ficou ruim o flyer conter a foto do Trump quando deveria conter a foto do Obama/Biden #FCPA #OCDE

2) Relembrando o caso #Banestado e o poderio dado à #LavaJato pelo procurador da república de Dilma , Rodrigo Janot, com a permissão de José Eduardo Cardoso, o ministro da justiça: https://www.youtube.com/watch?v=AjitiOPUztQ

3)A ‘cruzada da moralidade’ a favor dos interesses de negócios norte-americanos priorizada por brasileiros…
https://www.youtube.com/watch?v=9MWUOiDNrtw

4) Falando do novo “DONO” do que sobrou da Petrobrás, o #DOJ: Tutoria de como sabotar uma empresa poderosa brasileira para aliviar os interesses americanos:
https://www.youtube.com/watch?v=OuJRHzCWUAQ

5) Tutorial de como ser promotor, condenar uma empresa e depois
ganhar dinheiro sendo advogado dela. Prática muito comum nos Estados Unidos … https://www.youtube.com/watch?v=dd995ei6wkA
#Compliance #PortaGiratoria

O Brasil ultimamente está parecendo a mocinha inocente das novelas: todo mundo o alerta sobre quem é o seu verdadeiro inimigo, mas ele não acredita, só descobre no final, quando o estrago já está feito!

O brasileiro ao meu ver precisa parar com essa besteirada de ficar discutindo quem é de direita vs quem é de esquerda. O Brasil não precisa mais dessas divisões mas sim de alguma pessoa que seja nacionalista e que tenha vontade de chegar ao poder.

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *