Compensa fazer blog hoje em dia? Não!

Compensa fazer um blog?

Olha, hoje em dia eu digo que na maioria dos casos NÃO! Claro, vai ter muita gente ainda tentando lhe convencer do contrário com o intuito de lhe vender uma solução de otimização vagabunda de site para o seu blog “ir pro topo” do Google através de repetição de tags chamativas como h1, meta keywords , meta description e outras gambiarras do tipo. Mas as medições mostram que a grosso modo ninguém(boa parte das pessoas que usam internet) mais quer saber de ler textos, ainda mais se for texto grande.

As pessoas na internet não querem ficar mais vendo blog, elas agora querem usar a internet como se fosse uma TV alternativa com vídeos chamativos sobre algum assunto, ainda mais que as pessoas agora estão usando mais miseráveis e trocando os seus computadores potentes por celulares, ou seja, muita gente usa a internet só pra ficar vendo coisas no celular, principalmente em aplicativos cheios de vídeo e fotos. Por isso, compensa mais você criar um canal de Youtube do que um blog e mesmo assim você tem que lembrar que no Youtube terá milhares de concorrentes novos todos os dias, tudo no Youtube leva ao cenário de caos futuro. Ninguém sabe como eles vão guardar tantos dados daqui a alguns anos.

Tem pessoas , como eu mesmo já fiz, que tentam apelar ao sexo para crescer audiência, se formos parar para pensar, todos os meios de comunicação apelam pra isso num certo nível para terem sucesso, veja o UOL por exemplo: todo dia eles têm uma notícia sobre as peripécias sexuais da Deborah Secco, sem falar das matérias escrotas que aparecem de sexo lá, somado a tudo isso aquelas salas de bate-papo onde tudo se resume a: “VOCÊ TEM CAM?” , “Passa o seu Whatsapp!”…

Você até pode usar o sexo para atrair pessoas para o seu blog mas aí você corre o risco de sofrer da maldição do “sucesso de uma música só”: sabe aqueles cantores que surgem do nada e que fazem sucesso só com uma música e por mais que lancem outras, só aquela que os outros ouvem? Pois é, o seu blog com sexo corre o risco disso acontecer e é irritante! Você vai poder falar de filosofia, ciência, ecologia, tecnologia mas o povo só entrará no seu blog procurando: peito, bunda, piroca e buceta. É deprimente para o criador de conteúdo.

Também tem os casos onde o seu blog é de leitura obrigatória para algum assunto: por exemplo, um professor qualquer deu a tarefa aos seus alunos de analisarem um texto fodástico que você conseguiu criar. Ou então você é o dono de uma empresa e no seu blog/site tem as especificações dos produtos que você vende, então os funcionários quando querem entender o que estão vendendo, são meio que obrigados a consultar. Enfim, é preciso ter uma utilidade pública no seu site, ou sexual ou de outra natureza.

Na minha opinião compensa mais você criar conteúdo nas redes sociais de trabalhar com os seus clientes lá usando muito material visual do que gastar tempo e dinheiro criando um blog e entupindo o infeliz daquelas anúncios chatos que mais parecem pedidos de prostitutas por programas… Ah, só mais uma coisa: as redes sociais devido ao medo de governos e poder judiciário, elas podem cismar de apagar o seu conteúdo do dia para noite sem lhe dar nenhuma satisfação, isso é muito comum em redes sociais americanas.

Resumindo, não compensa criar um blog comum hoje em dia não, o que as pessoas fazem criando um site/blog é apenas para não terem o nome de sua marca usurpada em um site, então antes de alguém criar e se passar por ela, ela vai lá e cria antes. Outro caso também que você não deve comparar a você são os casos de pessoas extramente famosas na TV e nos esportes que decidem criar um blog, essas irão fazer um relativo sucesso mas não pelo blog mas sim pelo o que elas já fizeram em outro lugar. Até lixo na rua se elas mexerem, irá virar material de cobiça, portanto não quera se igualar à essas pessoas mais “sortudas”.
Esqueça o blog e vá para o Youtube e as redes sociais!

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *