O apocalipse zumbi chegou

2020 fez aquela máxima dita nos ambientes empresariais vir à tona: nada é tão ruim que não possa piorar!

Com o agravamento financeiro ocorrendo nos Estados Unidos a orientação é todas empresas daquele país mandar o máximo de recursos extraídos das periferias mundiais (países servis e fracos militarmente) para o centro do capitalismo falido americano. O dinheiro dos Estados Unidos, o dolar, é feito como nós fazemos um documento qualquer numa impressora, não tem lastro, só tem valor porque todo mundo usa como moeda de troca e pelo poder militar dos Estados Unidos, no restante, é uma moeda podre.

Por conta da crise norte americana os Estados Unidos estão fazendo de tudo para não ter um futuro ainda pior: espalham porta aviões pelo mundo todo e aplicam sansões a todos países rebeldes para intimidá-los para retardar a sua derrocada, para isso buscam estimular uma guerra com países com países como Russia, Irã e China, é a guerra psicológica que os americanos fazem para fazer o seu inimigo perder a linha primeiro e declarar guerra. A Russia e a China sabendo que os EUA são o menino que entra no jogo e quando perde, quer a bola de volta, começaram a comprar ouro para se verem livre dessa praga do dólar. O próximo passo seria ter autonomia na questão dos semicondutores e da internet.

Com isso , misteriosamente começam a ser plantadas falsas provas para incriminar alguns países (falses flags) para se ter a desculpa de isolá-lo economicamente, nisso entram as guerras biológicas: países lançam no lugar armas, patógenos para jogar uns com os outros, vide o coronavirus atribuído insistentemente à China mas que estranhamente já dava o ar de sua graça aos arredores do laboratório de segurança biológica em Fort Detrick, Maryland, nos Estados Unidos, muito antes da pandemia ganhar notoriedade. Curiosamente, o tal laboratório, após ter pessoas com sintomas de coronavirus ao seu redor, fechou magicamente…

Se o vírus se deve teoricamente aos mau hábitos alimentares da China , porque essa pandemia tão perfeita foi ocorrer justamente agora durante essa guerra fria e comercial iniciada pelo presidente Trump?
O tal vírus parece bombril, tem mil e uma utilidades, cada dia descobrem que ele tem um jeito especial explorar alguma vulnerabilidade diferente do corpo humano, é muito estranho um vírus, assim do dia pra noite, achar um vetor de sobrevivência tão bem adaptado dessa forma e alcançar milhares de pessoas ao mesmo tempo.

Depois tenta-se criar uma vacina às pressas , como nenhuma outra jamais foi feita, em tempo recorde sendo que o prazo comum da criação de uma vacina é de mais ou menos entre 5 a 10 anos ou mais.
Se a vacina for lançada, quem já tem o anticorpo para virus, se tomar, o que acontecerá? Não sei.

Bom, as pessoas estão achando que em 2021 todo mundo tomará a vacina do coroninha e finalmente teremos uma vida normal, esquecem-se que algumas doenças, para serem evitadas, tem-se que tomar a sua vacina respectiva de tempo em tempo, ou seja, é capaz de criarem a vacina ‘the flash’ e você ainda ter que usar máscaras, álcool e gel e toda essa parafernália de profilaxia para evitá-lo.

E depois do coronavirus, pode ter outro e mais outro, veja que na índia já se fala de um fungo com nome bonito de idosa aposentada: Candida Auris. Do nada o fungo vira um sucesso e aparece num país cujas relações com a China andam estremecidas. E todo mundo já sabe que o plano do Pentágono é acabar com o BRICS, o B do BRICS foi tão fácil destruir como tirar bala da mão de bebê, bastou usar-se um certo juiz famoso de inglês macarrônico do sul brasileiro…

O que estará por vir agora? Com o governo Biden, a tendencia é que as guerras comerciais de Trump virem uma guerra quente mesmo, com direito à armas e bombas atômicas trocadas e uma pequena guerra lá na Venezuela, já aproveita-se que o Brasil tá dando tudo, tasca-se logo a o Amazonas no meio do reboliço bélico.

Cada dia mais, no mundo todo e não só no Brasil, milhares de pessoas vão para a miséria morarem nas ruas, principalmente nos Estados Unidos.

Na Alemanha já é costume moradores de rua entrarem nos trem, assim como no Brasil, para pedirem ajuda.

No Canadá, lugar considerado paraíso para muitos, a população de rua também cresce.

Os Estados Unidos não irão aceitar a sua derrota tão fácil, eles têm setores de inteligencia e espionagem que consomem trilhões todos os anos escondido dos contribuintes, essas agências pensam em tudo, menos em coisas boas para os outros. A primeira coisa que eles adoram fazer, é derrubar governos de lugares onde se tenha alguma relação ao petróleo, porem Russia e Irã, não caem mais nesse golpe, gerando muito medo neles.

O que deverá vir pela frente então?
Guerras na América! Conflitos atômicos no mundo, crise de desabastecimento do petróleo e mais brigas por ele e pela água.
Cortes globais de Internet, bloqueio para alguns países do sistema de troca de dinheiro chamado swift, vespas gigantes (giants hornets) vendidas como se fossem mandadas pela China para o mundo todo.

Devido às guerras bacteriológicas que serão a moda desse século em se tratando de guerra, só conseguirão trabalhar pessoas ricas ou de classe média alta com condições de se integrar à novas tecnologias, pobres irão para a cracolândia pegar no desespero qualquer pessoa na rua que passe com alguma coisa de valor como já acontece em São Paulo, num verdadeiro apocalipse zumbi

Por isso tudo, cada vez as pessoas serão cada vez mais afastadas uma das outras, as empresas nacionais para continuarem a dando lucro para os seus acionistas estrangeiros (dá matriz que está falindo) terão que fazer MAIS com MENOS, gerando superexploração do trabalhador. No capitalismo desigual , centralizado e falido em que vive boa parte do mundo, o mão de obra tende a ser explorada e seus rendimentos reais remetidos à matriz e não ao contrário. Você acha mesmo que uma empresa americana ou controlada por americanos vai priorizar a economia de um país periférico onde ela investiu alguma coisa? Não, ela pode simplesmente transferir uma quantia enorme d dinheiro para o seu país de origem e deixar só um serviço precário e limitado na periferia. Isso na melhor das hipóteses.

Até mesmo alguns ricos irão quebrar para alimentarem o olho do furacão norte americano. As bolsas americanas estão em alta artificialmente porque contam com injeção de dinheiro impresso do país, quando isso for percebido, o estouro da bolha financeira americana terá danos imprevisíveis e aí todo estoque de dinheiro e valores será drenado de vez para eles. Até mesmo lá nos EUA o dinheiro irá para a mão de poucos como os donos da Microsoft, Google, Amazon entre outras, isso se elas não falirem também. Quem vive de investimento e não de si mesmo, irá se tornar uma grande cracolândia.
O mal de se ficar vivendo de investimento dos outros dá nisso.

Com tanta pobreza no mundo, é bem provável os estados mais fracos ficarem a mercê dos estados mais ricos e assim consolidar um governo mundial cujo o plano inicial será ajudar os pobres só de fachada mas que no fim, irá usar os pobres como cobaias para armas bacteriológicas aproveitando com isso resolvendo o problema de super população com a morte controlada. Teremos então no futuro, um mundo com menos pessoas, se será melhor, eu já não sei.

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *